Escritora Vera Salbego

Poesia e Contos , Crônicas

Textos

Dor na Alma

Hoje, domingo amanheci tristonha
O final de um mês de romance termina
E volta a realidade.
Lágrimas insistem em cair.
Para derramar sobre meu rosto a despedida.
Está tão difícil ter que deixar meu amorzinho.
E partir para lugar tão distante.

Parece que estou sozinha
Neste momento crucial.
Malditas lágrimas que caem.

Oh!Lamento de uma poetisa
Entristecida com os fatos da vida.
Que ora vem a tona.

Desculpe amor meu.
Não sou tão forte assim.
Quero poder vencer esse momento.

Mas, frágil estou.
Não tenho forças para lutar.
Contra esse lamento.

Perdoa-me querida.
Quero ficar nos teus braços.
E poder aninhar meu corpo
No teu abraço.


Vera Salbego
VeraSalbego
Enviado por VeraSalbego em 08/10/2008
Alterado em 24/10/2008
Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras