Escritora Vera Salbego

Poesia e Contos , Crônicas

Textos

AMOR ADOLESCENTE
Amor adolescente


Era uma vez dois jovens que se conheceram no pátio de escola, na cidade de Uruguaiana.
Os dois viviam juntos para cima e para baixo a todo instante, até que um dia percebem que estavam apaixonados.
A partir daquele momento, queriam enfrentar o mundo e as pessoas por aquele sentimento, que insano queria ficar.
Já estavam namorando firme há dois meses, quando ele pede a prova de amor para sua namorada.
Ela, ainda virgem, reluta para se entregar a esse amor, pois sabe que se isso acontecer pode estragar seus sonhos futuros.
Márcia teme que isso possa levar ao fim do namoro e fala com o namorado para que ele espere um pouco mais.
O rapaz fica insatisfeito e, a partir daquele momento, começa a agir diferente com aquela menina que era seu amor.
Márcia percebe que Beto muda a cada dia que passa. Tem novas companhias de rapazes que procuravam nos vícios a liberdade, fazendo Márcia ficar atenta com as atitudes do namorado.
Eles saíam para a balada e Beto enchia a cara e ficava violento.
Um dia Beto queria obrigar sua namorada a beber. Então aparece um rapaz que estava por perto e, percebendo que a menina não queria beber, interveio para que Beto não insistisse. Beto ficou babando de raiva desse garoto.
Um dia depois das aulas, Beto não tinha ido à escola e Márcia saiu para ir para casa; percebeu o rapaz próximo da escola a olhar e sorriu. Cumprimentou o rapaz. Alegremente pergunta como ela está. Daquele dia em diante tornam-se amigos e Beto não ficou satisfeito com isso.
Um dia, Beto e seus amigos, ficam na frente da escola na saída dos alunos, pois ele não frequentava mais as aulas. Ficava com sua galera nas esquinas ou nos bares bebendo e fumando drogas.
Sua namorada vendo isso procura ir se afastando dele porque o acha muito fraco. Rafael, agora seu amigo, vai buscá-la sempre que possível, pois seu pai é fazendeiro e muitas vezes ele está fora.
Um sentimento puro e bonito foi nascendo daquela amizade e os dois se acham enamorados. Rafael muito carinhoso e dedicado por Márcia, só faz cativá-la.
Passam os dias e Beto desaparece da frente da escola, pois agora já viciado, procura esconder-se junto de sua turma.
De namoro assumido pelos dois pombinhos, agora passeiam por onde os jovens daquela cidade frequentam.
Rafael vai à casa de Márcia e encanta seus pais por sua educação e carinho por sua filha, além da conversa legal que ele mantém com a família.
Um dia Márcia vai até ao centro da cidade e passa por entre uns mendigos que estão na rua. Olha, e vê seu ex-namorado jogado ao chão, totalmente drogado.
Ela se dá conta do que teria acontecido com sua vida, caso ela tivesse cedido aos carinhos de Beto. Estaria perdida, porque ele foi fraco diante da recusa dela. Ele não servia para ser seu namorado.
Deu-se conta da besteira que teria feito com sua vida. Ainda bem que soube resistir às tentações da carne. Rafael e ela hoje vivem felizes, e estão para marcar a data do casamento que será para breve.

VeraSalbego
Enviado por VeraSalbego em 23/07/2015
Alterado em 23/07/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras